Dados técnicos

DADOS TÉCNICOS INFLOW Saiba tudo sobre os filtros Inflow.

MAIOR VIDA ÚTIL

Os filtros INFLOW são resistentes a variações extremas de temperatura e também inertes a maioria dos compostos químicos a base de petróleo. Os filtros INFLOW podem ser lavados quando sujos e reutilizados mediante cuidados especiais. Portanto, você não precisará comprar mais filtros de ar por anos, podendo até utilizar o mesmo num outro carro que venha a adquirir. A vida útil recomendada e garantida (dentro dos padrões de manutenção e uso recomendados) dos filtros INFLOW é de 60.000 km ou 2 anos, o que chegar primeiro. A correta manutenção do filtro com adequada aplicação do material utilizando óleo especial (conforme especificado na seção “MANUTENÇÃO” deste site e manual) pode garantir a vida do filtro por muito maior quilometragem e anos (testes práticos reportam 200.000 km de uso e outros casos de veículos usando a mais de 6 anos).

Modelos de Filtros Inflow

INBOX URBANO


Este é o modelo OEM. Possui camadas de elemento filtrante que atuam em ótima filtragem e vazão de ar. Desenvolvidos para atender veículos originais nacionais e importados não modificados.

INBOX RACING


Este é o filtro INFLOW sport premium, manufaturado para atender veículos modificados, tunados e de corridas. Possui porosidade e espessura de material específicos para exceder a vazão de ar necessária ao projeto sem comprometer filtragem mínima necessária. Estes filtros equipam os carros da equipe Ginetta (campeã das mil milhas do Brasil em 2019, campeã da fórmula touring Brasil em 2019).

INBOX OFF-ROAD


Estes filtros são ideais para rally e condições extremas. Possuem camadas de filtragem com porosidades definidas para ótima filtragem do ar em ambientes típicos como o Rally dos Sertões. Permitem adequado fluxo de ar e também expelem a água (protegendo o motor de calço hidráulico, o que outros muitos filtros do mercado não fazem). A capacidade de retenção de sujeira chega ser 2x maior comparado com filtro de algodão esportivo conforme testes ISO5011.

CILÍNDRICOS & CÔNICOS


Estes filtros são populares devido a grande vantagem de apresentar maior área de superfície e, portanto, apresentam alto fluxo de ar com mínima restrição. Os filtros INFLOW Cônicos ou Cilíndricos variam de tamanhos para atender fórmulas da Society of Automotive Engineers (SAE) e FEI e também para atenderem projetos com mais de 1.000 cavalos de potência. Esta linha também oferece filtros para instalação diretamente na turbina. Além disso, esses filtros também pode ser fabricados nos modelos URBANO, RACING e OFF-ROAD!

Informações técnicas

A porosidade do filtro INFLOW é definida como média do número de células abertas (poros) por centímetro quadrado do meio. De maneira simples, quanto mais poroso for o meio filtrante, menos restritivo será o filtro a passagem do ar. Logo, quanto menos poroso, maior o poder de filtragem, mas também maior será a restrição a passagem do ar (tecnicamente reconhecido como perda de carga).

A redução da perda de carga de um filtro de ar constitui uma das maneiras mais fáceis e econômicas de aperfeiçoar a potência, torque e economia de combustível.

O leitor poderá perceber que em várias classes de corridas os carros simplesmente não possuem elemento filtrante, isto porque filtros geralmente acrescentam perdas de carga e consequentemente restringem o motor de combustão interna ao seu potencial máximo. Carros de corrida, que não utilizam filtro sofrem constantes retíficas. Dependendo da classe ou eventos aos quais são submetidos, estes motores são retificados a cada 0,4 Km percorridos como é o caso dos carros “dragsters” com mais de 1.200 HP.

Isso coloca o leitor numa posição de incertezas entre poder desfrutar de maior economia e desempenho ou correr o risco de uma falha prematura do motor e gastos desnecessários com a retífica de anéis dos pistões, brunimento do bloco e/ou bronzinas.

Os filtros INFLOW são desenvolvidos considerando:

A potência do veículo em questão (HP);
A eficiência volumétrica do motor (%) aspirado, turbinado ou supercharged;
A velocidade de fluxo de ar admitido (m³ por minuto ou CFM);
As características ambientais (tipos de estradas, track, street, rally, etc.);
A redução das emissões veiculares;
A reciclagem do material e o apelo ambiental.

Os filtros INFLOW foram construídos com porosidade específica e equilibrada para que pudesse garantir pequena perda de carga sem comprometer a filtragem. Em termos de desempenho, um sistema que possui menos restrição a passagem do ar reduz o esforço do motor em admitir o ar a cada movimento descendente do pistão. Com isso, favorece o preenchimento completo de ar em cada cilindro em cada ciclo do sistema Otto. Com a compressão do pistão contendo maior volume de ar, mistura correta de combustível e tempo de injeção corretos, maior será a pressão (e temperatura) na câmara de combustão, aumentando consequentemente a força na superfície do pistão e torque no virabrequim. Lembrando que potência em cavalos (HP) = torque x rotações por minutos (RPM) / 5252. Outros filtros de ar convencionais, com grande porosidade, são péssimos na contenção (filtragem) de partículas do ar (poeira) o que acelera o desgaste prematuro do motor.

Como discutido acima, o sistema de filtragem INFLOW consegue evitar a penetração de partículas potencialmente destrutivas ao motor, mantendo uma correta filtragem. Como curiosidade, basta dizer que partículas de tamanho entre 5 e 15 micrômetros (ou mil vezes menor que um milímetro) são as que causam maior parte do desgaste do motor.

Os filtros INFLOW possuem espessura de material filtrante diferenciado dos demais concorrentes disponíveis no mercado Nacional.

IMPORTANTE:
Não será de nossa responsabilidade, eventuais danos causados ao veículo ou motor que utilizarem material não indicado e/ou não fornecidos por nossa empresa.

O meio filtrante consiste em plástico poliuretano com células em dodecaedro justapostas que retém partículas e oferecem insignificante restrição a passagem do ar. O material é embebido em óleo especial viscoso, não tóxico, que atua na captação das partículas micrométricas.

A espessura dos filtros INFLOW tem papel importante na filtragem e fluxo de ar, isto porque enquanto os filtros convencionais de papel possuem a espessura de apenas 0,5 milímetros ou 1 milímetro de espessura no caso dos filtros de fibra de algodão, os filtros INFLOW possuem espessuras de 15 a 50 milímetros. Por conseqüência, os filtros INFLOW possuem uma área de filtragem muito superior, permitindo que mais partículas sejam armazenadas no filtro antes que a restrição a passagem do ar venha a ocorrer. Nos casos dos filtros de papel ou fibras de algodão, não existe a possibilidade do ar fluir se a superfície apresentar uma camada fina de poeira (partículas). Mesmo que estes sistemas possuam bom fluxo quando novos, estes rapidamente se tornam restritivos com o uso, logo após ser depositada uma camada fina de partículas em sua superfície. Os filtros INFLOW, no entanto, permitem o acúmulo de gramas de poeira em toda sua estrutura filtrante antes que a restrição ocorra. Outro fato interessante é que os filtros de algodão que também são laváveis e reutilizáveis perdem aproximadamente 10% do poder filtrante devido à desestruturação das fibras de algodão a cada lavagem! Portanto, para manter os filtros de algodão eficientes e menos restritivos, várias lavagens são necessárias, comprometendo a filtragem.

Os filtros INFLOW foram testados utilizando normas técnicas padronizadas ISO5011. Os testes foram conduzidos em laboratório terceirizado (Texas Research Institute – USA). Os filtros foram testados para os parâmetros: Eficiência filtral e dust hold capacity (DHC: capacidade do filtro de acumular partículas antes de atingir limite de restrição à passagem do ar) – FINE DUST (particulados finos), teste mais rigoroso do que o exigido pelas montadoras.

Imagem 1

Índice DHC (Dust Hold Capacity)
Texas Research Institute – USA
Panel Filter Elements in SAE J726 JUN93; ISO 5011 Fine Test Dust at 0.028 g/ft³ air
Fine Dust Concentration of 0.0057 g/ft³ air, for 30 min
Air flow = 160 scfm

Imagem 2

Imagem 2
Filtragem

Imagem 3

Imagem 3
Filtragem acumulada (relação de partículas)

1 – Mergulhe o filtro INFLOW em água, morna se possível, com detergente líquido (biodegradável);

Obs.: Se utilizado o óleo para filtros de ar MOTUL (modelos OFF-ROAD), adicionar uma proporção de 30% de querosene à solução.

2 – Deixar de molho aproximadamente 15 minutos;

Obs.: No caso do uso do óleo para filtros de ar MOTUL (modelos OFF-ROAD), massagear o filtro na solução até sair o óleo.

3 – Após este período, lavar com água corrente abundante e detergente biodegradável;

IMPORTANTE: dependendo o estado do filtro, este procedimento poderá ser repetido para os dois modelos (Semi-Racing e OFF-ROAD).

4 – Deixar o filtro secar (para acelerar o processo, pode ser utilizado um compressor, ventilador, secador de cabelo no modo frio ou soprador de calor na menor temperatura possível);

5 – Após seco, o filtro deverá receber óleo mineral (poderá ser adquirido no site dos filtros INFLOW ou em farmácias) ou o óleo MOTUL para filtros de ar (A2 ou A3 – pode ser adquirido no site dos filtros INFLOW). O óleo deverá ser distribuído uniformemente em toda a superfície do filtro. Para ajudar na homogeneização do óleo, pode ser efetuada uma massagem leve com as mãos (o óleo mineral não é tóxico e não agressivo ao meio ambiente). Obs.: Ao utilizar o óleo específico para filtros de ar MOTUL, verificar os cuidados presentes no rótulo da embalagem do mesmo.

QUANDO FAZER A MANUTENÇÃO?

Depende do uso. Examinar o elemento filtrante a cada 5.000 km e periodicamente em condições severas de poeira. Quando em condições de utilização em áreas urbanas, geralmente 01 vez ao ano ou 15.000 km (o que chegar primeiro), no mínimo. Para as demais condições, consulte o nosso site filtrosinflow.com.br / www.trytech.ind.br ou entre em contato conosco através dos telefones (48) 3357-6061 / 99192-8180.

Os filtros INFLOW foram desenvolvidos para proporcionar longa vida útil. Ou seja, não existe a necessidade de troca frequente como os filtros convencionais de papel. Melhor ainda, os filtros INFLOW podem ser lavados e reutilizados por um longo período antes de serem descartados em coletas seletivas para reciclagem do poliuretano. Para isso, basta o cliente seguir as instruções simples de manutenção.

Além disso, com o ganho de desempenho obtido, o seu veículo começará a trabalhar melhor, fazendo com que haja uma melhor queima do combustível e não haja a necessidade de exigir tanto do veículo (pisa-se menos no acelerador). Desta forma consegue-se também uma economia de combustível.

É importante ressaltar que, com relação ao filtro de ar, ECONOMIA e DESEMPENHO caminham juntos, ou seja, não há como ter ganhos em um sem ter tido ganhos em outro (porém não necesariamente na mesma proporção).

Lembre de sempre manter o veículo com as revisões em dia, pois outras peças também são responsáveis pela eficiência e bom funcionamento do seu veículo. Além disso, um filtro de maior eficiência em fluxo de ar pode evidenciar que outras peças no seu veículo não estão trabalhando 100%, tais quais: velas, cabo de velas, bico injetores e TBI, são as mais usuais.

OBS.: Para efeitos de comparação de economia, lembre das seguintes questões:

  • Manter o mesmo tipo de combustível;
  • Manter o uso ou não do ar-condicionado;
  • Evitar trajetos diferenciados;
  • Verificar calibração dos pneus;
  • Se possível, não trocar outras peças junto ao filtro; e
  • Rodar 1 tanque inteiro com o INFLOW para que a injeção eletrônica se adapte ao novo fluxo de ar e, só então, iniciar o cálculo/comparação.